Reforma de Apartamento: dicas para acertar em cada etapa

Updated: Mar 27, 2019

Se você chegou até aqui decidido em dar novos ares para o seu apartamento, é importante ficar atento às minúcias impostas por cada fase da obra. Comece com um cronograma preciso, que imponha ritmo às tarefas e ordene as etapas, e tenha em mãos um bom projeto, o primeiro passo para o sucesso da empreitada.



Escolha do Profissional ou Realizador de Sonhos ou Quem Vai Realizar Seus Sonhos

Vale reunir os recortes de ideias e inspirações, mas nem pense em dispensar a contratação de um profissional experiente no assunto, que vai entender as necessidades da sua família e pôr em prática o melhor para todos. Não se deve subestimar a atuação de um profissional gabaritado por menor que seja a reforma. É um erro achar que as tarefas são tão simples de serem realizadas que qualquer um poderá ter êxito, ainda mais no caso da reforma de um apartamento, considerando que dois imóveis no mesmo prédio, por exemplo, costumam contar com diferentes problemas sobre o mesmo tema.

Para a escolha do escritório que será contratado, pesquise e peça a indicação aos amigos para achar quem mais combine com o seu estilo. Se a ideia é atualizar o apartamento inteiro, principalmente, será preciso de alguém experiente para organizar perfeitamente as ordens de tudo. O projeto oferece uma análise criteriosa das intervenções, considerando as modificações desejadas (e viáveis), os métodos que serão empregados e seus custos. Definido quem vai comandar o projeto, lembre-se de ter um contrato sobre as funções e deveres do profissional.


Briefing Detalhado

Um bom projeto dá todas as dimensões dos espaços, define iluminação, revestimentos, cores das paredes, considera a circulação ideal em cada local, entre outras preocupações que vão garantir a comodidade e o bem-estar dos moradores, além do máximo aproveitamento das áreas e da melhor relação custo-benefício entre a infinidade de materiais.

Para criar algo que se encaixe perfeitamente nas necessidades da família, o arquiteto precisa de uma pesquisa detalhada sobre os hábitos, os hobbies, as expectativas de cada um e todo o programa que o novo apartamento deverá atender. É a hora dos moradores contarem tudo o que desejam, se querem ambientes integrados, lareira, suítes, se estão felizes com a luminosidade dos ambientes, entre outros itens. Cabe ao profissional fazer os levantamentos do imóvel, conferir medidos dos espaços (principalmente quando não se tem a planta original do imóvel), visitar o local em diferentes horários para averiguar a insolação, etc.


Estudo Preliminar ou Primeiros Esboços do Projeto

A partir do entendimento dos sonhos do cliente, o arquiteto vai transformá-los num esboço do projeto, que recebe o nome de Estudo Preliminar. Isso deverá conter desenhos (plantas, elevações, cortes) e perspectivas ilustrativas de como ficarão os espaços, definindo assim as novas configurações de layouts, a complexibilidade da proposta, entre outros detalhes. Se aprovado pelos proprietários, o estudo está pronto para dar origem aos desenhos executivos necessários para que a reforma aconteça. Caso seja preciso fazer alterações, as mesmas devem ser anotadas e realizadas pelo arquiteto e reapresentadas ao cliente. Por isso, jamais se sinta intimidado ou incomodado em solicitar mudanças, pois esse é o momento perfeito para isso. Você tem de ficar plenamente satisfeito com as soluções propostas para que o resultado futuro esteja de acordo com as suas expectativas. Os estudos podem ser apresentados de várias formas para o cliente, desde um desenho feito a mão, até um 3D mais elaborado que conta até mesmo com óculos para caminhar virtualmente pelos ambientes.

O projeto deverá levar em conta ainda, entre tantas preocupações, as limitações impostas pela arquitetura do edifício e pelas regras do condomínio (mais detalhes sobre a aprovação do projeto no próximo capítulo). Não será possível, por exemplo, mudar nada que altere a concepção da fachada, como a mudança das janelas. Também é nessa etapa que se define o que será ou não aproveitado. Nessa época em que vivemos, a geração de resíduos deve ser muito bem pensada durante a fase de projeto, de forma a otimizar da melhor forma possível o uso de recursos e de materiais numa obra. Aproveitar o que está em bom estado e lhe agrada esteticamente pode ser uma ótima pedida. Pense bem: menos entulho não só vai gerar economia, como vai mostrar sua gentileza com a cidade e o planeta.


Qual o principal erro nessa etapa?

Já que... você já ouviu essa expressão? Já que vou reformar o piso porque não mudar as cores do apartamento. Já que vou mudar a bancada porque não substituir também a cuba? A falta de planejamento e as mudanças de ideais durante a reforma são os principais erros apontados pelos especialistas. Apesar de o assunto apresentar um alto índice de surpresas, muito maior do que uma construção do zero, um planejamento seguido à risca vai fazer com que a obra tenha começa, meio e, sobretudo, fim.

Tudo bem que não existe um projeto imutável, que não sofra adaptações durante sua execução, mas isso deve ser evitado. Quando mais se modifica algo durante a obra, mas custos são demandados e os prazos são estendidos, reforçando a importância de um projeto completo.

Em reformas sempre existes imprevistos, como uma viga ou pilar no meio inesperado, mas os profissionais experientes saberão lidar com a situação.


Limitações do Projeto

Diferentemente de uma casa, o apartamento oferece alguns empecilhos à liberdade criativa do projeto. Não será possível mudar as janelas, pelo menos do lado externo, nem outros itens que alterem a concepção da arquitetura do empreendimento. Até a definição do tipo do ar-condicionado, se um modelo split ou de janela, poderá gerar ruídos na fachada, precisando passar pelo crivo do síndico e das leis do condomínio. O mesmo ocorre para a mudança da porta de entrada e dos revestimentos de parede da varanda. No quesito segurança, o autor do projeto deverá saber quando uma parede é estrutural, e não pode ser mexida, ou apenas de fechamento. Acrescentar um ofurô no terraço ou uma banheira de hidromassagem no banheiro poderá sobrecarregar a estrutura e isso deve ser discutido com o engenheiro.


0 views
  • Black Facebook Icon
  • Black Pinterest Icon
  • Black Instagram Icon

Rua Quatá, 419 Vila Olímpia  |  São Paulo  |  SP  |  55 11 96930 6898  |  pati@paticillo.com.br